Translate

terça-feira, 16 de março de 2010

Desabafo.

Eu poderia lutar contra o meu amanhã somente para provar que nada dura para sempre.
Há um certo tempo estou trancada por detrás dessa porta tentando mostrar que não há saída.
Estou perdida no espaço, estou dividida entre a PERGUNTA e a DUVIDA.
Eu construí um muro entre o que penso ser verdade e o que realmente é VERDADEIRO.
Tenho colocado uma arma na boca de quem ousa dizer que o tempo cura.
Já nem sei mais em que devo acreditar e se devo acreditar em algo.
Estou pedindo, implorando pra que tudo isso acabe e  logo!
Minhas lagrimas não param de cair...


e as lágrimas não secaram com o sol que fez [...] espero que o tempo passe, espero que a semana acabe" 
( N - Nando Reis ) 

2 comentários:

Vitinho Stifler disse...

Como disse a ti...o tempo não cura nem o Cu! E talvez seja essa a forma mais gostosa de desabafar que tu encontrou...o negócio é fazer as lágrimas secarem e partir para algum exato tempo que exista dentro de uma realidade.


Eu curto demais seus textos parceira...madrinha, alías, huhu :p

beijãoo flor!

..::*::.. Palavra de Guria ..::*::.. disse...

Eu acho que o tempo é muito relativo, ele leva tantos as coisas boas, quanto as coisas ruins..

Mas demora, e muito.