Translate

terça-feira, 20 de abril de 2010

Sobre tanta falta.

Há tempos atrás, quando eu ainda era uma menina e pensava como uma menina, quando tudo que era impossível sempre pareceu possível aos meus olhos. Neste tempo eu chorava escondida ( e ainda choro); eu tinha medo, mas sempre sabia o que era melhor pra mim, ate eu descobrir que ‘male má’ sabia o meu sobrenome.
Nesta época remota, conheci pessoas maravilhosas e elas gostavam de mim,e eu delas.Elas então fariam parte da minha historia, das minhas lembranças e vice-versa.
Jamais imaginei que o tempo me mudaria e afastaria essas pessoas de mim, esses seres iluminados que caminharam comigo, em uma trajetória que foi marcada por muitos, mas muitos risos
E agora lendo um e-mail, me perguntei : ‘ O que devo fazer com essas pessoas que tanto me ensinaram e que hoje não estão mais comigo, que já não podem mais caminhar lado a lado?
Guarda-lás? Mas aonde?
Eu não sei!
Certa vez ouvi alguém dizer que “conservar as lembranças seria o mesmo que admitir que possam esquecer”
Sinceramente eu não sei o que o tempo fará de tudo o que vi e vivi.
Essas pessoas me ajudaram a abrir a mente e o espírito, me ensinaram coisas sobre a vida, me mostraram caminhos, abriram meus olhos para algumas coisas e de certa forma taparam para outras. Hoje talvez tenham um rosto cansado talvez por ter trabalhado uma vida inteira, são seres que já viveram tantos amores que eu precisaria de duas vidas para amá-los.
Talvez ninguém nunca compreenda o quão grande é este afeto, por esses seres.
Infelizmente uma dessas pessoas há pouco tempo foi viver outro plano, com certeza um bem melhor que este. Culpo-me todos os dias por não ter dado tempo de dizer a palavra mais triste que encontrei no dicionário ADEUS!
Mas sei que onde ela estiver ela esta bem e muito feliz e cuidando de todos que aqui sentem sua falta.
Eu ainda não sei o que fazer, com esses anos passados, eu não sei por quanto tempo eles ainda sobreviveram aqui nesse lado de cá, nesse lado estranho, onde eu tenho que me readaptar e fingir que tudo esta como eu tinha deixado.
Não estão. Elas não estão.
Se quero as de volta? Não!
Estão bem melhores agora, embora eu não as conheça tanto como antes.
Mas vou me dedicar a conhecê-las novamente.

3 comentários:

..::*::.. Palavra de Guria ..::*::.. disse...

Mana
As vezes tbm fico me lembrando das pessoas que passaram em minha vida.
As vezes queria poder voltar ao tempo e matar a saudade ...

Te Amo!

Vitinho Stifler disse...

Esse esta perfeito...

nostalgias assim?

está acontecendo alguma coisa hein

xD

saudade parça

Lucimara Domiciano disse...

Extremamente sem palavras!
Lindo post!