Translate

domingo, 30 de maio de 2010

Desabafo IV.

- Aqui estou eu, em mais uma noite romantizando os anos passados.
Em dias como este, queria voltar aos meus dez anos de idade.
Minha vida parece sequência de filme, no qual muda o nome dos personagens.
Se eu voltasse aos meus dez anos, tudo seria parecido com quem eu era no começo ou seja eu planejaria o meu caminho com a parte mais pura que há em mim.
A maioria de minhas memorias fugiram de mim ou se confundiram com os sonhos.
Minha sombra é a única coisa que anda ao meu lado e meu coração falso ainda bate.
As vezes eu desejo que alguém me encontre mas até lá, eu ando só.
E os dias são longos e as palavras cruéis.

2 comentários:

LUCIMARA DOMICIANO disse...

Amiga, a pureza a infância é o que há de mais lindo no ser humano, talvez o mundo faça com que não a tenhamos mais; e outras vezes apenas a deixamos por deixar.

Sabe que pode sempre contar comigo!

..::*::.. Palavra de Guria ..::*::.. disse...

Mana
Também sinto falta de épocas passadas.
Onde a realidade não era tão dura...
Ameii seu poema, diz muita coisa que eu também sinto, mas isso é normal entre a geente né
Beiijos
TEaMO